Terça-feira, 3 de Maio de 2005

ESPERO

Espero
Com a minha esperança
Guiando meus dias.
Que teu olhar me veja...
Que a tua mão
A minha guarde...
Que teu sorriso
Me aqueça.

Espero
Mas a solidão
Marca o tempo
Da tua ausência.

Espero
E olho o relógio
Que prossegue no seu caminhar
O espaço percorrido
Dentro do pensamento
É o caminho
A luta silenciosa e forte
De algo que nasceu
Num dia já distante
Mas que hoje como sempre
Continua presente
Em mim.

Espero
E esperando
Serei forte
Porque a recompensa
De toda
Esta longa espera
Serás tu
Que eu recordo
Em cada hora
E em cada dia que passa.

Espero
Hoje como sempre
Num dia
Em que as saudades
Nem por um momento
Me abandonaram
Que venhas
Depressa
Para que possa
Sentir de novo alegria
De te ver
Junto de mim
Para sempre.


João Miranda
publicado por João Miranda às 16:44
link do post | comentar | favorito
|
2 comentários:
De Anónimo a 8 de Maio de 2005 às 03:56
Cada dia em que venho aqui e leio este Poema...fico gostando mais e mais, minha alma fica mais rica. Beijinhos de bom fim de semana para ti meu Poeta Lindo, mas muito fugido........*****Maria*****
****Maria****
</a>
(mailto:)


De Anónimo a 5 de Maio de 2005 às 14:12
Como sempre uma joia preciosa em cada Poema......tens andado tao longe.......beijos saudosos...................maria****Maria****
</a>
(mailto:)


Comentar post