Quinta-feira, 28 de Abril de 2005

CONTIGO UM DIA

O segredo da morte
Está no coração da vida
E trás-me este vento norte
Recordação da partida.

Partida singela e triste
Como quem vai sem dizer
Porque de tudo desiste
E já não quer mais viver.

Morreu e erguer-se nu ao vento
E fundir-se com o mar
E não dar pelo momento
De que nos vêm buscar.

Oh, que saudades meu pai
Um dia iremos nos ver
Sei que a minha alma vai
Contigo sempre viver...


João Miranda
publicado por João Miranda às 21:47
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De Anónimo a 29 de Abril de 2005 às 12:26
Sem palavras para poema tao lindo*****************um abraco apertado****Maria****
</a>
(mailto:)


Comentar post