Terça-feira, 26 de Abril de 2005

HOMEM SEMEIA A BONDADE

Não desanimes
Entre o sol que chega
E a noite que cai.
O tempo é de esperança
Pela verdade expulsa
A mentira e o rancor,
Ilimina o amor
Semeia a bondade
Desperta!

Cresça a felicidade
Entre as rubas flores
Unindo os povos
Num diálogo
Lúcido e profundo
Para bem do mundo
Sem falsas promessas
Sem ódios sem sangue
Sem troar de canhão...


João Miranda
publicado por João Miranda às 21:38
link do post | comentar | favorito
|
3 comentários:
De Anónimo a 27 de Abril de 2005 às 03:28
Beijo****Maria****
</a>
(mailto:)


De Anónimo a 27 de Abril de 2005 às 03:27
Beijo****Maria****
</a>
(mailto:)


De Anónimo a 27 de Abril de 2005 às 03:25
Beijo*
</a>
(mailto:)


Comentar post