Quarta-feira, 26 de Janeiro de 2005

O FADO É O DESTINO

Muitas vezes desfolhei
Um livro que eu comprei
Já velho mas bem tratado
Com folhas amareladas
E em letras bem gravadas
Tinha o nome de "Fado".

Li nele a verdade
O fado não tem idade
Não é velho nem menino
Tem alma e sentimento
É amor ou sofrimento
É a força do destino.

Temos fado todos nós
Não é preciso ter voz
Nem mesmo saber cantar
É fatalismo ou sorte
Que palpita muito forte
E ninguém pode mudar.

Quem canta tem o condão
De sentir no coração
Toda a magia do fado
Conheço o seu segredo
Agora eu sinto o medo
Do destino malfadado.


João Miranda
publicado por João Miranda às 22:06
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


.posts recentes

. QUERO AMAR-TE

. ...

. SEM MEDIDAS

. TEU OLHAR

. SE A LUA FOSSE

. SONHEI

. ...

. SÓ UM SONH...

. ...

. SONHO

.arquivos

. Abril 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Abril 2007

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds