Quarta-feira, 29 de Dezembro de 2004

BOLO DE NATAL

Era um bolo rei
Todo bonitão.
Grande corado,
Todo enfeitado.
Que tentação!
E os olhitos
Das crianças
Que passavam
Afagavam
Suas frutas
Que brilhavam...

Era dia de Natal...

Muito bem
O tal bonitão
Ficara por esquecimento
Na montra da solidão...
E tistezinho
Parece menos risonho,
Menos corado
E até mesmo desbotado...

Diz-se que o Natal
O menino Jesus
Segrega com carinho
Um desejo mansinho
De fazer bem
E foi assim que alguém
Só acredita.

Para ver rir
A pequenada
Num certo lar entrou
E ali deixou
Sabes o quê?
O bolo rei
Grande e bonitão
Muito corado e tostado
Dos olhitos ladinos
Que passavam
E sonhavam...


João Miranda
publicado por João Miranda às 22:33
link do post | comentar | favorito
|
5 comentários:
De Anónimo a 6 de Janeiro de 2005 às 03:40
ADORO BOLO - REI!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
BEIJINHOS MEU POETA LINDO*****maria*****
</a>
(mailto:)


De Anónimo a 6 de Janeiro de 2005 às 03:39
ADORO BOLO-REI!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
BEIJINHOS POETA LINDO.
(http://*****maria*****)
(mailto:)


De Anónimo a 31 de Dezembro de 2004 às 23:20
Que maravilha seu bolo. Pensaste muito bem ao inspirar-se no BOLO para ar entrada a um NOVO ANO que hora se aproxima. Que na sua mistura possa ser fermentado com AMOR e CARINHO, traduzindo a PAZ tão desejada pelo PRINCIPE DA PAZ!
Seja 2005 um ANO de grandes realizaçõs na sua vida!
Um beijo carinhoso no seu lindo CORAÇÃO.
PROFª Dôra!Dôra
</a>
(mailto:prof_dora@infonet.com.br)


De Anónimo a 31 de Dezembro de 2004 às 23:19
Que maravilha seu bolo. Pensaste muito bem ao inspirar-se no BOLO para ar entrada a um NOVO ANO que hora se aproxima. Que a sua mistura possa ser fermentado com AMOR e CARINHO, traduzindo a PAZ tão desejada pelo PRINCIPE DA PAZ!
Seja 2005 um ANO de grandes realizaçõs na sua vida!
Um beijo carinhoso no seu lindo CORAÇÃO.
PROFª Dôra!Dôra
</a>
(mailto:prof_dora@infonet.com.br)


De Anónimo a 30 de Dezembro de 2004 às 21:42
Feliz Ano Novo.......

Quem teve a idéia de cortar o tempo em fatias, a que se deu o nome de ano, foi um individuo genial.
Industrializou a esperança, fazendo-a funcionar no limite da exaustão.
Doze meses dão para qualquer ser humano se cansar e entregar os pontos.
Aí entra o milagre da renovação e tudo começa outra vez, com outro
número e outra vontade de acreditar que daqui para frente... tudo vai ser diferente! João... desejo muita SAÚDE e AMOR para 2005... beijinhosPrincesa
(http://sonhoserealidades.blogs.sapo.pt/)
(mailto:princesa_45@sapo.pt)


Comentar post