Quarta-feira, 17 de Novembro de 2004

FOLHAS DE OUTONO

Começaram a cair
É vê-las todos os dias
Batidas pelo vento
Rodopiando rodopiando
Como loucas...
Não sei se choram de alegria
Ou se choram
Por um tempo
Que já não é seu,
Soltaram-se da árvore mãe
E em círculos de revolta
Esboaçam sem parar
Enchem os caminhos
De poalha doirada
Enquanto os mais velhos
Agasalhando a alma
Se lamentam
"Chegou a nossa estação
Caíremos com ela".
E que importa?
Melancolia no outono?
Porquê?
Se o amarelo da paisagem
É sinal de tanto
Que se deu à vida!
Podemos ser folhas caídas
Mas não são
Folhas mortas...
Tem história
Estiveram no alto
Onde foram admiradas
E queridas
Acolheram namorados
Velhos e crianças...
Viram muito mais de perto
A lua e as estrelas
Entrelaçaram esperança,
Guardaram segredos
É hora de partir?
Pois seja!
Mas em coreografias
Tão belas
Beijando tudo e todas
E caindo sem medos.


João Miranda
publicado por João Miranda às 22:10
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


.posts recentes

. QUERO AMAR-TE

. ...

. SEM MEDIDAS

. TEU OLHAR

. SE A LUA FOSSE

. SONHEI

. ...

. SÓ UM SONH...

. ...

. SONHO

.arquivos

. Abril 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Abril 2007

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds