Terça-feira, 2 de Novembro de 2004

BRINDE

Hoje ao erguer a minha taça
Fiz um brinde silencioso
Cheio de esperança!
Faz qualquer coisa
Por nossos corações torturados
E nossas almas solitárias
Não te peço promessas
Quero viver o presente
Já não vivo de ilusões!...
A vida ensinou-me
Que ninguém é de ninguém
Não quero tua caridade
Mas sim a realidade
Doa a quem doer...
Nada tenho a perder
Ninguém me fará sofrer
Mais do que sofri!...
Teu rosto ainda não vi
Afinal que importa se és
Perfeita ou deficiente?
O mais importante
É o que tens dentro de ti
Sensibilidade e ternura!!!


João Miranda
publicado por João Miranda às 23:44
link do post | comentar | favorito
|
3 comentários:
De Anónimo a 13 de Novembro de 2004 às 21:42
E muito bonito entrar neste blog e deixar-me seduzir pela suavidade das palavras aqui armazenadas. Desde que soube da sua existencia, passar diariamente, por aqui, tornou-se uma necessidade. Quero fazer um brinde e dedicar-lo ao autor destes poemas, a essa alma nobre e delicada, que se esconde detras das palavras que escreve e se protege de quem o admira. Cheguei a pensar, que podia ter algo a ver com este poema, mas infelizmente trata-se de uma mera ilusao. Milhoes de beijinhos e nunca esqueças que eu nao me esqueço de ti
A. G.A. G.
</a>
(mailto:)


De Anónimo a 5 de Novembro de 2004 às 00:22
Ai este Porto sentido!!!! :-) tens a alma na ponta dos dedos e depois esta musica...myryan
(http://outrademim.blogs.sapo.pt)
(mailto:myryan@sapo.pt)


De Anónimo a 5 de Novembro de 2004 às 00:18
Amigo e poeta João,
não sabes quanto me deixastes envolvida pelo que escreves. É realmente lindo, embora triste e sofrido, mas é como se falasses em nome de muitas outras pessoas que vivem ou já viveram alguns momentos parecidos. Compreendo que é através do que escrevemos que podemos descrever nossos sentimentos, sejam eles alegres, tristes ou saudosos, não importa. O que nos importa é transportar o coração para a pontinha dos dedos e lá deixar transparecer a dor ou a alegria que nos contagia, assim como momentos que nos permitem sonhar. Parabéns pelo teu site lindo!
Beijos no teu coração de poeta.

Isabelle MaraIsabelle
(http://www.isabellesonhos.ubbi.com.br)
(mailto:isabellesonhos@hotmail.com)


Comentar post