Quarta-feira, 6 de Outubro de 2004

NA ESCURIDÃO

Noite escura,
Algures sózinho e perdido
Procuro que se mistura
Com a vida que tenho vivido!...

Olho o céu,
Já vejo o firmamento
E em mim
O meu eu
É um grito de lamento!...

Noite escura,
Algures sózinho e perdido
Com a escuridão da noite,
Ando à procura.

Noite escura
Porque és assim?
Não me tornes a vida dura
Tem dó de mim?

Envolto na escuridão
Houve algo que me abraçou
Houve algo que me conquistou!...
E agora...
Silêncio apenas sou!

Encontrei o que desejava
Graças para a noite escura
E graças para a vida dura.

Olho o céu
Já vejo o firmamento
E em mim,
O meu eu
Já não é um grito de lamento
Mas sim...
Um vivo sofrimento!...


João Miranda
publicado por João Miranda às 22:27
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


.posts recentes

. QUERO AMAR-TE

. ...

. SEM MEDIDAS

. TEU OLHAR

. SE A LUA FOSSE

. SONHEI

. ...

. SÓ UM SONH...

. ...

. SONHO

.arquivos

. Abril 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Abril 2007

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds