Quinta-feira, 23 de Setembro de 2004

ESPELHO

Sou o espelho
Em que te conheces
Olhos que vêem o teu mar
A ilha que procuras
O deserto do pensamento
Chamou por alguém,
E só estavas tu.
Do outro lado do espelho
Somos o mesmo reflexo
A mesma luz
Nada vislumbra de ti
Nem de mim.
Quem és?
Quem sou?
Quem somos?
Porque ninguém vem ter connosco
E o dia nasce para lá dos montes
Altos como barreiras
Talvez intransponíveis?
Porque este espaço
Tão cheio de noite
Só quero sair de mim
E libertar as asas no horizonte.


João Miranda
16-Junho-2002
publicado por João Miranda às 23:39
link do post | comentar | favorito
|
3 comentários:
De Anónimo a 1 de Outubro de 2004 às 03:57
Olá João...
espero que tenha tido umas lindas férias...os poemas estão tão maravilhosos, que nem sabia em qual deixar meu comentãrio....mas escolho o que mais me tocou...
beijinhos
visita-me..gatissima
(http:///)
(mailto:nicegulla@sapo.pt)


De Anónimo a 27 de Setembro de 2004 às 19:44
O Mar,a Agua, a Praia, a Areia.....e tudo o que nos rodeia enquanto disfrutamos esses Dons da Natureza e' sempre um momento de extase completo.
Saudades muitas de poder tambem disfrutar-te :-)
Um Abraco bem apertado........*****maria**********maria*****
</a>
(mailto:)


De Anónimo a 24 de Setembro de 2004 às 11:18
Olá João! Espero que as férias tenham sido boas :) Sorry não ter vindo aqui mais cedo mas o tempo tem sido escasso. Até para escrever e postar tem sido complicado. Na próxima 3ª feira vão instalar-me a net em casa e espero ter mais tempo a partir daí para te visitar. Quanto ao espelho... os olhos são o nosso espelho mais importante: o da alma. BeijinhosBetty
(http://desfolhada.blogspot.com)
(mailto:ferreiraelisabete@hotmail.com)


Comentar post