Segunda-feira, 20 de Setembro de 2004

FAZER VIAGEM

Não quero ficar inerte
A ver este mundo girar...
Não! eu não quero ficar
Quero ser navio sem remos
Não ter bússola nem velas
Para à noite ir a correr
Atrás da lua e das estrelas
Como um barco à deriva
Na rota de uma esperança
Andar numa roda viva
E ser a roda que avança...
Vestir as asas do vento
Em noites de tempestades
Pôr luzes no pensamento
Nunca chorar de saudade
Mas desejo não me perguntar
Se correu bem a viagem
Porque no barco onde navego
Eu estou só de passagem
E quando um dia chegar
Ao velho porto no fim
Que ninguém fique a chorar
No cais da vida por mim!!!


João Miranda
publicado por João Miranda às 22:04
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De Anónimo a 21 de Setembro de 2004 às 13:07
Que saudades de te ler! Poema lindo!!! Sê bem-vindo!! eu,ninguém
(http://euninguem.blogs.sapo.pt/)
(mailto:catpoderoso@sapo.pt)


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


.posts recentes

. QUERO AMAR-TE

. ...

. SEM MEDIDAS

. TEU OLHAR

. SE A LUA FOSSE

. SONHEI

. ...

. SÓ UM SONH...

. ...

. SONHO

.arquivos

. Abril 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Abril 2007

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds