Domingo, 8 de Agosto de 2004

FLOR

Tu, já não és tu!
Porquê!
Porquê!
Tudo muda
Eu sou vento
Sou tempestade,
Sou ciclone, terramoto.
Sou também uma flor
Que há muito que não é rajada.
E a flor
Tal como o amor,
Precisa de cuidados
De carinhos e afectos.
E tu?
Tu, já não és tu!
Porqur só pensas em ti
Porquê!
Porquê!
Porque eras terra
Que alimentavas a flor.
E agora?
Agora procuro em vão
E já não te encontro.
Oh! terra ácida,
Que outrora eras fertil
E agora?
Tu, já não és tu!
E eu murchei.
Eu, já não sou eu!
E tu já não existes
Sim...
Já não existe a flor,
Já não existe a vida
Dentro de mim
Morremos
Eu e tu!
Tu e eu!!!


João Miranda
31-Janeiro-1985
publicado por João Miranda às 22:27
link do post | comentar | favorito
|
2 comentários:
De Anónimo a 9 de Agosto de 2004 às 16:12
:) Eu tenho um poema "Eu flor" de 13 de JulhoBetty
(http://betty.blogs.sapo.pt)
(mailto:ferreiraelisabete@hotmail.com)


De Anónimo a 9 de Agosto de 2004 às 09:23
João, é verdade que o amor tal como as flores, precisa de cuidados, carinhos e afectos, senão morre. Que encontres tudo isso bem depressa, é o que eu mais desejo.;)Beijinhos Luka
(http://lukadedicaati.blogs.sapo.pt/)
(mailto:ALuka2004@sapo.pt)


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


.posts recentes

. QUERO AMAR-TE

. ...

. SEM MEDIDAS

. TEU OLHAR

. SE A LUA FOSSE

. SONHEI

. ...

. SÓ UM SONH...

. ...

. SONHO

.arquivos

. Abril 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Abril 2007

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds