Quinta-feira, 22 de Julho de 2004

SENTIR

Senti amor sem te ver
É vida vivida em vão!...
É ver o sol esconder,
Sentir calor... Sem ser verão!

O teu peito é mar revolta
Que guarda meu coração
Enquanto o teu quase morto
Espera por outro... Em vão!

Se soubesses o que sinto
Calado dentro de mim...
Tenho a certeza não minto
A esta dor sem fim.

A vida passa a correr
Não se detendo por dó
A olhar-me para saber
Porque vivo sempre só!!!


João Miranda
publicado por João Miranda às 00:13
link do post | comentar | favorito
|
3 comentários:
De Anónimo a 26 de Julho de 2004 às 03:04
Não mais ficarás só.isabel
</a>
(mailto:isabel_espadinha@msn.com)


De Anónimo a 22 de Julho de 2004 às 21:58
Olá João mais um poema profundo e lindo, mas não te sintas assim tão só existe pessoas maravilhosas que te podem acompanhar no dia a diaPrincesa
(http://sonhoserealidades.blogs.sapo.pt/)
(mailto:princesa_45@sapo.pt)


De Anónimo a 22 de Julho de 2004 às 21:31
Como anda esse teu coração... será que anda assim mesmo? porque vives tão só, rodeado de tantas pessoas que te amam? beijinhos sabes para onde responder...Tânia
</a>
(mailto:tania20041@sapo.pt)


Comentar post