Terça-feira, 6 de Julho de 2004

SONHEI

Num momento de reflexão
No silêncio, na escuridão
Sonhei que era borboleta
Num mundo de perfeição,
Era um mundo sem injustiça
Sem tristeza, nem corrupção
Um paraíso sem miséria
Sem frio, nem solidão
E eu voava livremente
Abrindo as asas sem restrição
A volência estava esquecida
Longe dos olhos e do coração
Todo o homem era livre
Sem máscara, nem rejeição
Nesse mundo eu seria
Sentimento e não razão
Mas o sonho terminou
E com ele a perfeição
Do mundo que um dia vi
Numa noite de ilusão.


João Miranda
publicado por João Miranda às 00:36
link do post | comentar | favorito
|
3 comentários:
De Anónimo a 8 de Julho de 2004 às 05:50
Bom dia ou boa tarde João... hoje nem deu para eu sonhar, estou a fazer uma directa, malditas insónias que não me deixam dormir... resta-me talvez sonhar acordada... Beijinhossafadinhaemuito
</a>
(mailto:safadinhaemuito1@sapo.pr)


De Anónimo a 6 de Julho de 2004 às 23:28
Sonhar é usar a máquina do tempo! É passear de lugar em lugar, saltar de pétala em pétala, sem nunca sujar de pólen, é vencer o invencível! Parabéns.jorgebond
(http://tounotop.blogs.sapo.pt)
(mailto:januarioassuncao@sapo.pt)


De Anónimo a 6 de Julho de 2004 às 09:59
Foi um sonho lindo que sonhaste... Beijinhossafadinhaemuito
(http://safadinhaemuito1.blogs.sapo.pt/)
(mailto:safadinhaemuito1@sapo.pt)


Comentar post