Quinta-feira, 1 de Julho de 2004

GUARDA

Guarda no teu olhar
Um tempo por acontecer,
O sol e o luar
E as palavras que não sei dizer.
Guarda no teu olhar
O silencio do entardecer
A fragância do mar,
Uma folha em branco
Por escrever...
Vou ficar assim
Sem saber de mim
Perdido em ti...
Na palavra apetecer
Um novo amanhecer.


João Miranda
publicado por João Miranda às 01:54
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De Anónimo a 9 de Julho de 2004 às 12:01
está bonito esse poemadiana
</a>
(mailto:diana_2003@sapo.pt)


Comentar post