Terça-feira, 25 de Outubro de 2005

RIBEIRA

Ribeira do Porto
Aristocrática religiosa burguesa
Popular fadista tumultosa e dedicada,
Evocada e objectiva.

Ribeira romântica
Poética!!!
Num mundo de contradições.

Já um dia te chamaram Ribeira
Alma penada da antiga cidade.
No espirito tens gravado
Não sendo o da maior indelêngia,
Da cidade Nobre...

Ribeira dos meandros e bestezas
As tuas sombras projectam-se
Em ângulos.
Que desenham no chão
Da Rua de S. João
As empenas recortadas
Das casinhas que resistem,
Aos insultos
Do tempo e da fartura.

Oh! Ribeira do passado.


João Miranda
publicado por João Miranda às 01:18
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


.posts recentes

. QUERO AMAR-TE

. ...

. SEM MEDIDAS

. TEU OLHAR

. SE A LUA FOSSE

. SONHEI

. ...

. SÓ UM SONH...

. ...

. SONHO

.arquivos

. Abril 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Abril 2007

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds