Segunda-feira, 31 de Maio de 2004

?

Meu amor minha amante, eu não desejo,
Que vejas em mim o homem mais puro
Que seja a minha alma o florescer dum beijo,
Que seja o meu corpo o fogo, a loucura!...

Dormir em teus braços sentir-me aclorado,
Sentir na carne tuas lágrimas doer,
É ser o mais puro, o mais amado
Fundir dois corpos num só, a sofrer!...

Então chorar de dor, de prazer,
Minhas mãos acariciando tua pele nua
No delírio da posse enlouquecer,
Neste martírio de me sentir só teu!...
publicado por João Miranda às 00:30
link do post | comentar | favorito
|
2 comentários:
De Anónimo a 1 de Junho de 2004 às 12:02
Bonito momento de amor... Beijinhos e nunca deixes de escrever
Sarini
</a>
(mailto:sarini@sapo.pt)


De Anónimo a 31 de Maio de 2004 às 19:25
<<<< Que lindo poema, quem te inspira assim para tão belos textos que fazes? que tema é este? não tens tema para ele ou queres manter em segredo? Beijinhossafadinha
</a>
(mailto:safadinhaemuito@sapo.pt)


Comentar post