Segunda-feira, 21 de Março de 2005

AS MINHAS MÃOS

Com minhas mãos de menino
Entregue nas mãos do destino
Meus sonhos e minha vida
E com as mãos cheias de nada
Iniciei a caminhada
Sem chegada e sem partida.

Com minhas mãos de criança
Procurei a minha esperança
Bem longe da felicidade
Nas mãos da pouca sorte
Naveguei sem rumo ou norte
Ao sabor da minha idade.

Com as minhas mãos na juventude
Quando a quimera nos ilude
Desviei o meu caminho
Minhas mãos se amarraram
Construiram e desmancharam
Agarrei o mundo sózinho.

Com as minhas mãos abraçei o tempo
Carreguei o meu desalento
Nos ombros da mocidade
Com as minhas mãos castigadas
Despidas levantadas
Implorei a liberdade.

Com as minhas mãos destrui horizontes
Bebi em rio e fontes
Semeei searas de ilusões
Do jardim dos meus sentidos
Com frutos proibidos
Colhi em frustações.

Com minhas mãos já cansadas
Apalpei nas madrugadas
O caminho da razão
As minhas mãos profanaram
Tanto amaram e pecaram
Abraçam hoje a solidão...


João Miranda
(17-02-2001)
publicado por João Miranda às 22:30
link do post | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


.posts recentes

. QUERO AMAR-TE

. ...

. SEM MEDIDAS

. TEU OLHAR

. SE A LUA FOSSE

. SONHEI

. ...

. SÓ UM SONH...

. ...

. SONHO

.arquivos

. Abril 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Abril 2007

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds